sábado, 4 de agosto de 2012

Dia 124 - Vai entender os desígnios de Deus???

Olá Gente,

Como vão?

Estava eu bem melhor, me preparando para escrever para vocês e contar sobre o meu tombo digno de "vídeo cassetadas" na aula de dança ontem...

Quando recebo um mensagem no celular e fiquei sem reação por alguns minutos esperando uma confirmação.... logo depois o telefone toca e vem a confirmação de uma notícia mega triste...O marido de uma amiga do trabalho faleceu ontem voltando de BH pra cá em um acidente de carro. Estou perplexa e muito triste.....

Caramba, como achei isso injusto!!! Eles estão juntos a anos e há um ano e pouco se casaram, minha amiga é diabética e acabou de passar por uma gravidez de risco, onde deu tudo certo. A filha do casal vai fazer um ano em novembro.... eles estavam felizes, ralando muito e cheios de planos pra casa nova, pra vida nova...

E em menos de 24 horas tudo mudou, de uma forma tão dolorosa e drástica....como ela mesmo me disse, não deu nem pra dizer tchau!!! Caramba, como foi de doer falar com ela e sentir seu desespero e um pouco da sua dor em sua voz.... E justo ela que sempre me aconselha tanto no trabalho a ter paciência e ver as coisas de uma outra forma......Realmente não merecia passar por isso....

A gente só lembra de como as coisas que acontecem em nossa vida, os motivos de brigas, discuções são pequenos e a vida é algo tão frágil nessas horas ....Como tudo pode acabar em segundos e a gente passa a maior parte dos nossos dias sem perceber isso...Trabalhando e lutando pra ter, pra fazer, pra mostrar e pra providênciar coisas a quem esta perto.....

Como tudo perde o valor quando perdemos quem estava ao nosso lado e nada seria mais precioso que receber o sorriso de volta, o abraço, as coisas simples das quais deixamos passar batido na correria do dia a dia.

Quanto ao tombo, estou bem, apenas com o joelho roxo.....quanto ao meu coração esta em pedaços ao vê-lá sofrer desta forma.....

Sem mais por hoje....

Beijos e boa noite!


2 comentários:

Cíntia Milanese disse...

Nossa, que triste!
Nem sei o que dizer... eu sou espírita, mas ainda não consigo aceitar bem a morte. Acho que a saudade é muito cruel.

Seu post me colocou a pensar... a vida é curta pra levar tudo tão a sério e deixar de viver as coisas que realmente importam.

Fica bem.

Bjs.

Luiza Navarro disse...

Vc pode nao acreditar, mas senti a dor jutno com vc! e com ela. porque teho uma bebe de 1 ano, e nossa, seria terrivel ela nao ter o papai pra abraçar todos os dias. Ou a mae neh? porque a gente nunca sabe o dia de amanha. Eu imagino essa dor, e chorei junto com teu post.
Vc nao me conhece, mas to seguindo seu blog a pouco tempo, pouco msm.
Desejo q Deus conforte o coraçao dela, e lhe dê paz. A dor de quem faz falta e imensa!
Um forte abraço. estarao em minhas oraçoes.
bjus.